Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2012
Castelo Branco vai a vidente para recordar orgia

 

De chapéu colocado na cabeça e envergando um longo casaco de pele, José Castelo Branco nunca perdeu a pose dentro da sala do Tribunal de Famalicão, onde foi ouvido como testemunha durante 30 minutos. Nas suas declarações, garantiu não saber se tinha participado na orgia com o arguido João Ferreira e a sua ex-mulher e disse que só após ver o vídeo poderá confirmá-lo.

"Eu até fiz uma regressão ao passado, mas não me consigo recordar. Não sei se estive ou não lá", disse José Castelo Branco, que assumiu ter procurado um hipnotizador em Nova Iorque para se lembrar do que aconteceu em Março de 2006, altura em que terá participado numa orgia violenta.

Perante as dúvidas do ‘Conde', a defesa de João Ferreira requereu que a filmagem fosse exibida na sala de audiências. Castelo Branco chegou a dizer à juíza que "era para bem da sua sanidade mental", que estava "morto por o ver". A magistrada alegou que é uma prova nula, uma vez que não há garantias de que o vídeo tenha sido consentido por todos os intervenientes. "Eu pedi: senhora juíza, deixe-me ver o vídeo, para meu próprio bem. Mas ela disse: ‘Não pode, José'. Saio a saber o mesmo", contou.

Durante o depoimento, o ‘rei do jet-set' admitiu que vendeu um anel de 35 mil euros à mulher de João Ferreira. Negou que tivesse sido uma contrapartida por ter participado num encontro sexual. A mulher do ‘Conde', Betty Grafstein, também depôs. Disse desconhecer as orgias. 

 

TESTEMUNHAS FALAM DE AMEAÇA

O irmão da alegada vítima, Mário Barbosa, disse ontem em tribunal ter sido ameaçado antes de depor. Para provar as pressões que sofreu, a testemunha juntou ao processo várias fotos. Também a sua mulher, Sandra Sousa, revelou ter sido influenciada antes de falar ao colectivo de juízes. Foi "chantageada" com as fotografias consideradas comprometedoras.

Em tribunal, o casal afirmou ter suspeitas da origem das fotos que recebeu e chegou mesmo a mencionar que poderiam ter sido enviadas pela ex-mulher de João Ferreira. As fotografias anexas são de cariz sexual.

Mário Barbosa foi ouvido durante a tarde, tal como Sandra Sousa. No entanto, a mulher vai continuar a prestar declarações na próxima sessão, a 23 de Janeiro. Esta mostrou-se muito perturbada durante todo o dia e não quis depor na presença de João Ferreira. 

 

'CONDE' PODE VOLTAR A TRIBUNAL

José Castelo Branco pode ter de voltar a tribunal para prestar mais esclarecimentos. Caso algum dos intervenientes do processo recorra da decisão de não exibir o vídeo e a Relação entenda em sentido contrário, o filme pode chegar a ser visionado. Nesse caso, o ‘Conde' terá de finalmente dizer se esteve ou não nas orgias. 

 

DEFESA SATISFEITA COM DEPOIMENTO

O advogado de João Ferreira, Miguel Brochado, admitiu estar satisfeito com o depoimento das testemunhas de defesa arroladas. "A vinda do senhor Silva [José Castelo Branco] foi importante e não foi ao acaso", disse.

 

GUARDA-COSTAS E MOTORISTA

Castelo Branco e Betty Grafstein chegaram num Jaguar conduzido por Nélson. O motorista levou o casal desde o Hotel Infante Sagres, no Porto, até ao tribunal. No entanto, o ‘Conde' também utilizou Nélson como guarda-costas - que acompanhou todos os passos do socialite e de Betty, esperando-os à porta da sala de audiências.

 

NOTAS

FUNCIONÁRIO REVELAVA FOTOS

Henrique Machado, antigo funcionário da empresa de João Ferreira, foi ontem ouvido em tribunal. Afirmou que o patrão lhe pedia que revelasse rolos de fotos das orgias.

PROCESSO CONTRA O CASAL

José Castelo Branco deixou ontem no ar a possibilidade de vir a processar o casal. "Ainda não sei o que vou fazer, vou falar com a minha família", disse.

CHAPÉU: PONTOS NA CABEÇA

A juíza disse ao socialite para tirar o chapéu dentro da sala de audiências. José Castelo Branco alegou que tinha levado pontos na cabeça e não podia tirar o adereço.

 

O QUE DISSE JOSÉ CASTELO BRANCO 

"Pedi para ver o vídeo, queria saber se tive ou não esse orgasmo. A juíza disse que agora isso era com o meu advogado."

"Entrei na sala e pensei: mas o que é que eu estou aqui a fazer? E a Betty? Não percebo porque é que fui chamado."

"Isto de ser imperatriz dá trabalho, cansa ser bela. Agora estou numa nova fase da minha vida, longe de toda esta história."

"Não percebi se a minha audição foi importante. Disse a verdade, mas ainda estou para perceber o interesse. Uma testemunha não mente."

"Disse que conhecia o casal, eram meus fãs. Era um casal cúmplice e simpático, nunca vi nada de mais."

"O que é que as jóias têm a ver com as orgias? Isso é um assunto meu. Metam-se na vossa vida."

"Fui notificado na quarta-feira. Mas agora vejam lá, não inventem uma orgia com a polícia. Se bem que era mais giro, envolvia fardas."



publicado por Princezinha às 10:40
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 20 de Agosto de 2009
Ex de Djaló quer metade dos bens

Foram sete anos de uma vida de luxo ao lado de Yannick Djaló, que acabaram da pior forma. Além de perder o jogador, Ana Sofia Miguel foi obrigada a trocar a confortável vivenda que partilhava com ele na Moita (arredores de Lisboa), avaliada em 400 mil euros, por um modesto apartamento alugado. Além disso, ficou sem carro e sem dinheiro. Resta-lhe o novo amor, o também futebolista Fausto Lourenço, e a esperança de ficar com metade do valor da casa de Djaló, que também está em seu nome, e com a pensão de alimentos que o futebolista, que ganha cerca de 15 mil euros mensais, lhe prometeu.

“Na altura saí de casa magoada e deixei tudo com o Yannick. Mas a casa e todo o seu recheio é dos dois. Agora as coisas mudaram, mas não quero falar sobre isso”, revelou Ana Sofia, sem querer aprofundar o assunto. fonte próxima da família da jovem revelou que esta mudança de posição se deve ao facto de Djaló ter deixado de pagar a pensão de alimentos do filho, acordada em 3000 euros. “Ele só pagou uma vez. Nem as fraldas compra”, conta a fonte, acrescentando que Ana Sofia vai avançar para tribunal para ter a metade dos bens e regularizar a pensão do filho. “Na altura certa vou falar”, avança Ana Sofia.

Sem trabalho, Ana Sofia não tem qualquer fonte de rendimento. “Eu trabalhava como bancária, mas o Yannick disse para eu deixar de trabalhar e ficar a tomar conta do bebé. Neste momento não me vejo a estar novamente nove horas sentada num escritório. Queria ter um negócio meu. Mas tenho questões financeiras para resolver...”

Quanto ao regime de visitas do filho, Chrystyan, de um ano, Ana Sofia explica que não ficou nada acordado judicialmente, mas que a guerra não passa por aí. “Sempre que ele quer vem buscar o filho, não há problema nenhum quanto a isso”. O menino fica durante todo o dia com a mãe, que dispensou os cuidados de uma ama. “Ele nunca andou numa creche, mas eu tinha uma ama sempre comigo. Agora já não tenho porque a vida não me permite pagar um ordenado a uma pessoa”, queixa-se. 

 

A estreia de Lucy no estádio

Indiferente a todas as polémicas, Yannick Djaló continua a viver em pleno a sua história de amor com Luciana Abreu. Os dois não passam um sem um outro e a actriz fez questão de assistir no camarote das mulheres dos jogadores à partida que opôs o Sporting à Fiorentina na quarta-feira. Luciana assistiu ao jogo com Bruna Rafaela, namorada de Miguel Veloso, e uma das melhores amigas de Ana Sofia.

 

Nova chance ao amor

Apesar de estar magoada com o comportamento do ex-companheiro, nada perturba a felicidade que Ana Sofia está a viver ao lado do futebolista Fausto Lourenço. 'No momento em que o conheci comecei a viver mais intensamente, a aproveitar mais a vida. Sou uma nova mulher. Feliz e apaixonada'. Mas ao contrário de Djaló, Ana Sofia ainda não pensa no casamento, nem em filhos.

 



publicado por Princezinha às 10:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 4 de Março de 2009
Carolina Salgado agredida à saída do Tribunal

Carolina Salgado, principal testemunha de acusação no "caso do envelope" do Apito Dourado poderá faltar à sessão do julgamento porque foi ao Instituto de Medicina Legal "avaliar eventuais lesões" decorrentes da alegada agressão de terça-feira". Neste momento, só Pinto da Costa já está no local.Terça-feira, à saída do tribunal no fim da sessão da manhã, Carolina Salgado foi insultada e terá mesmo sido agredida por uma mulher mais exaltada, o que motivou a sua ida ao hospital Santos Silva, tendo, por isso, faltado durante a tarde.

 

Atenção....linguagem forte no video!! 

 



publicado por Princezinha às 10:48
link do post | comentar | favorito

Cusquices recentes

Castelo Branco vai a vide...

Ex de Djaló quer metade d...

Carolina Salgado agredida...

Cusquices antigas

Maio 2015

Julho 2013

Junho 2013

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Por onde ando
pesquisar
 
tags

todas as tags