Quarta-feira, 5 de Junho de 2013
Sara Norte já saiu da prisão em Espanha

Sara Norte abandonou, ontem (terça-feira), o estabelecimento prisional de Botafuego, em Algeciras (Espanha), onde esteve detida a cumprir uma pena de 16 meses e quatro dias, por tráfico de droga. O pai da jovem, o ator Vítor Norte, e o irmão foram buscá-la.

Esta saída estava prevista para dia 31 de Maio, uma vez que os últimos quatro dias de prisão poderiam ser substituíveis por uma multa de 800 euros, mas a atriz abdicou desse direito e preferiu ficar cumprir a pena completa.

Foi o pai, o conhecido ator Vítor Norte, que foi busca-la à prisão. O atritos entre pai e filha estão sanados e o ator já prometeu acolher a jovem de 28 anos e ajudá-la a procurar trabalho na área da representação.

Segundo a avó materna, Sara Norte foi surpreendida com uma festa de despedida, organizada pelos outros reclusos do estabelecimento prisional.

Durante os 16 meses que esteve detida, a atriz dedicou-se às artes e, segundo a família, aprendeu espanhol e deu aulas de teatro.

Foi também enquanto esteve presa que Sara Norte perdeu a mãe, a atriz Carla Lupi, que não resistiu a um cancro no pulmão.

Agora, a atriz prepara-se para começar uma nova vida com o apoio do pai.

 



publicado por Princezinha às 09:54
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 2 de Outubro de 2009
Roman Polanski detido na Suíça por pedofilia

Roman Polanski foi detido no passado fim-de-semana na cidade suíça de Zurique, a pedido das autoridades norte-americanas. O cineasta franco-polaco é acusado de envolvimento num caso de pedofilia que está pendente nos tribunais dos Estados Unidos desde 1977, aquando da apresentação de uma queixa por parte dos pais de uma adolescente, uma jovem modelo de 13 anos, na época, que teria sido vítima dos crimes de violação sob o efeito de drogas ingeridas à força, práticas alegadamente perpetradas por Polanski.

O cineasta foi preso no aeroporto de Zurique, aonde se deslocou para receber um prémio do festival de cinema que está a decorrer naquela cidade.

O ministro dos Negócios Estrangeiros de França, Bernard Kouchner, já interveio junto da sua homóloga suíça, Micheline Calmy-Rey, no sentido de solicitar que os direitos do realizador sejam respeitados.

De acordo com uma nota de Imprensa divulgada pelo Ministério francês, Kouchner esteve em contacto directo com Calmy-Rey para expressar 'o desejo das autoridades francesas de que os direitos do senhor Polanski sejam plenamente respeitados e que este assunto encontre rapidamente uma saída adequada'.

O Ministério acrescenta na comunicação que o embaixador de França na Suíça e o cônsul geral francês em Zurique contactaram as autoridades suíças para 'exercer o mais rapidamente possível o direito de visita consular' ao detido, em conformidade, aliás, com um pedido dos advogados de Polanski apresentado às autoridades francesas.

O frenesim diplomático francês decorre da possibilidade do Ministério da Justiça da Suíça estar a preparar-se para extraditar o realizador de cinema para os Estados Unidos, algo a que as autoridades francesas se opõem.

 

POLANSKI FUGIU DA AMÉRICA EM 1978 APÓS LIBERDADE CONDICIONAL

Recorde-se que, aquando das acusações na década de 70 e interrogado pelas autoridades norte-americanos sobre o caso, Roman Polanski declarou-se culpado de ter mantido 'relações sexuais ilegais', pelo que chegou a ser enviado para a prisão, apesar de só lá ter ficado durante 47 dias. Em finais de 1978, e após uma reunião entre os seus advogados e um juiz, o cineasta conseguiu sair em liberdade condicional mediante pagamento de fiança e fugiu para a Europa, nunca mais tendo voltado a pisar solo americano.

O caso ficou pendente desde então, até Maio último, mês em que o Tribunal Superior de Los Angeles rejeitou, de forma definitiva, um pedido feito pelos advogados do cineasta para que fossem retiradas as acusações criminais. O magistrado Peter Espinoza já havia rejeitado em Fevereiro uma petição semelhante, alegando que Polanski tinha de comparecer primeiro pessoalmente perante o tribunal nos Estados Unidos para responder pelo incidente ocorrido há mais de 30 anos.

A entrega do prémio de carreira pelo Festival de Cinema de Zurique ficou suspensa, tanto mais que se aguardam agora os desenvolvimentos quanto à situação do cineasta e a decisão do Ministério da Justiça da Suíça em extraditá-lo ou não, perante as pressões que estão a ser exercidas pelo Governo francês.

 

 



publicado por Princezinha às 15:38
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 16 de Fevereiro de 2009
Camionista português preso em Inglaterra

O camionista português Paulo Jorge Nogueira da Silva foi condenado a três anos de prisão, em Inglaterra. O motorista, de 46 anos, foi considerado culpado de condução negligente, num acidente em Inglaterra, que resultou na  morte de seis pessoas.
O português poderá sair em liberdade condicional depois de cumprir 18 meses.

 

 

Artigo retirado do Jornal de Notícias



publicado por Princezinha às 15:18
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Cusquices recentes

Sara Norte já saiu da pri...

Roman Polanski detido na ...

Camionista português pres...

Cusquices antigas

Maio 2015

Julho 2013

Junho 2013

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Por onde ando
pesquisar
 
tags

todas as tags