Quarta-feira, 17 de Março de 2010
Elton John revela ter tido amante que se suicidou

Em menos de um mês, Elton John já saiu a público para afirmar que perdeu a virgindade aos 23 anos e que, para tal, teve de mudar-se para os Estados Unidos, e ainda que Jesus Cristo “foi um gay muito inteligente”. Agora, o músco britânico de 62 anos decidiu relevar que continua traumatizado com a perda um ex-amante, que pôs termo à vida por suicídio, há alguns anos, porque não conseguia gerir o conflito pessoal entre ser homossexual e cristão.

Em entrevista a um jornal britânico, o compositor inglês recordou que o ex-amante vivia atormentado com o dilema entre a sua fé cristã e a homossexualidade e que a morte dele foi algo que o abalou profundamente. Contudo, e para não haja quaisquer dúvidas, Elton John esclareceu que o caso ocorreu muito antes da sua relação com o produtor de cinema canadiano David Furnish, com quem casou em 2005.

"Há anos tive uma relação com uma pessoa que acabou por se suicidar. Nunca me passou pela cabeça que ele fosse fazer uma coisa daquelas. Atirou-se pura e simplesmente para debaixo de um camião”, explicou o cantor.

David Furnish está familiarizado com a história e reiterou as palavras do marido, declarando que o ex-amante do seu actual companheiro matou-se por "se sentir torturado pelo conflito entre a sua sexualidade e as suas fortes crenças religiosas".

O alcance da revelação é evidente e está já a gerar várias especulações sobre quem poderá ter sido o amante do músico, tanto mais que Elton e David se recusam a revelar o nome “por respeito à família”. Mas para já uma coisa é certa: com estas e outras revelações, vai ganhando peso a tese de que o compositor britânico definitivamente teve uma vida de relações polémicas sobretudo nas décadas de 1970 e 80.

 

 



publicado por Princezinha às 23:43
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009
Jornalista despe-se para Clooney em Veneza

A conferência de Imprensa e a respectiva sessão fotográfica promocional do filme 'The Men Who Stare at Goats', o novo trabalho de George Clooney e Ewan McGregor, que vai ter esta noite no Festival de Cinema de Veneza a sua antestreia mundial, foi palco de uma das cenas que mais estão a dar que falar na edição deste ano do certame, que continua a viver dias mornos muito longe do glamour mediático de anos anteriores.

Para animar as hostes, foi necessário que esta manhã um jornalista italiano acreditado para a cobertura desta 66ª edição, em serviço para um programa de televisão de humor, se assumisse como gay e fizesse uma declaração de amor a Clooney ao mesmo tempo que se despia, tendo ficado apenas em cuecas e com a gravata.

Inesperado, bizzarro mas também hilariante para quem assistiu à cena no Palazzo del Cinema, a sede do festival. Os seguranças retiraram ao jornalista o cartão de acreditação, mas ainda assim deixaram-no permanecer até ao fim da sessão, em trajes reduzidos, o que permitiu uma troca de palavras com o actor americano, que apareceu ainda com a mão direita engessada em resultado do seu recente acidente de mota em Itália.

'A gravata fica-lhe bem. Mas não lhe parece terrível que perante uma boa oportunidade na carreira uma pessoa a arruíne completamente?', perguntou-lhe o galã de Hollywood com um sorriso irónico no rosto enquanto posava ao lado de Ewan McGregor para as dezenas de objectivas.

Convém lembrar, porém, que a 'brincadeira' do repórter não parece tão alucinada quanto isso nem tem pouco inocente. É que ao declarar-se gay e fazer a inesperada declaração de amor a Clooney, o jornalista mais não fez do que tentar provocar o actor, que hoje foi alvo da Imprensa italiana. Vários jornais do país referem-se à suposta homossexualidade de George, conhecido como um eterno solteirão, questão que, aliás, outro jornalista presente na conferência de Imprensa tentou lançar sem obter resposta do actor.

 



publicado por Princezinha às 09:30
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 25 de Agosto de 2009
Oprah Winfrey quer proibir biografia que revela ser lésbica

A toda poderosa e multimilionária apresentadora de televisão americana Oprah Winfrey, de 55 anos, que viu terminar recentemente o seu relacionamento com o empresário Stedman Graham, de 58, com quem vivia desde 1986, poderá estar a manter um romance lésbico de longa data com Gayle King, a sua melhor amiga há mais de 30 anos.

Pelo menos é o que conta uma nova biografia não autorizada de Opran Winfrey, na qual são feitas revelações bombásticas sobre este suposto relacionamento. Apesar de ter negado já várias vezes o caso, o certo é que, mal soube do livro, a apresentadora pediu aos seus advogados para tentarem impedir o lançamento do mesmo por razões que só ela saberá.

Com feito, há vários anos que correm rumores da suposta relação lésbica de Oprah com Gaylie, o que levou Winfrey a vir a público algumas vezes para desmentir a notícia, tornando claro que se fosse lésbica e tivesse a alegada relação com King não teria quaisquer problemas em assumi-lo. 'Se fossemos lésbicas, não teríamos problemas em dizê-lo', sublinhou recentemente Oprah.

'Percebo que as pessoas pensem que somos gay, porque infelimente não há na nossa cultura o entendimento de que duas mulheres podem ser amigas muito próximas sem que se trata de algo sexual', acrescentou.

Gaylie King, de 54 anos, trabalha com Oprah há décadas e é editora da revista 'O', a publicação que tem o nome de Oprah Winfrey. Mãe de dois filhos, Kirby e William, frutos de um breve casamento de um ano com William G. Bumpus, que acabou em divórcio em 1993, Gaylie tem sido há três décadas uma presença constante ao lado da popular apresentadora de televisão americana.



publicado por Princezinha às 09:37
link do post | comentar | favorito

Cusquices recentes

Elton John revela ter tid...

Jornalista despe-se para ...

Oprah Winfrey quer proibi...

Cusquices antigas

Maio 2015

Julho 2013

Junho 2013

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Por onde ando
pesquisar
 
tags

todas as tags